Essencial..

Existem 3 regrinhas básicas,  mas essências na nossa cozinha.
1. Cheiro de alho: para tirar aquele cheiro de alho após o contato com suas mãos, basta levá-la e esfregar os dedos em algo de inox, pode ser a pia, uma faca.. qualquer coisa serve e cheiro some como mágica

2. Sal: o sal não serve apenas pra salgar, ele é essencial para fazer com que os sabores se fundam na sua receita, por isso, ir adicionando ele aos poucos faz toda a diferença no resultado final

3. Macarrão: ao tirar o macarrão da panela, é bom jogar água fria nele, isto irá garantir que a massa não continue cozinhando e você não irá perder o ponto escolhido para ela

Experimente usar estas dicas e veja a diferença.. ENJOY =]

O aspargo perfeito (inclui receita da Rosana)

Aspargos são saborosos e saudáveis, combinam com tudo‎ 

A primeira vez que decidi fazer aspargos na minha vida imaginei que era algo complexo, exatamente por ser um elemento pouco tradicional na nossa cozinha, pelo menos na minha era (risos) e por me passar a impressão de algo mais sofisticado.

Decidida, entrei na internet e pesquisei.. Sendo sincera não encontrei muitas matérias ou vídeos a respeito dele que fossem esclarecedoras, e para colaborar com o meu receio, vi que nestas poucas receitas cada um falava de uma maneira diferente de fazê-lo como sendo “A CERTA”.

Bem, que tal falarmos agora de como podemos fazer aspargos perfeitos, al dente e crocantes?

Como falei, você pode cozinhar o aspargo de várias maneiras, tem à inglesa (na água), no vapor, fazê-lo grelhado, no forno ou na churrasqueira, mas para mim a maneira mais irresistível é fazê-los em uma panela com tampa, e assim cozinhá-los no seu próprio vapor.

Dicas práticas – 3 regrinhas

para deixá-los simplesmente irresistíveis:
  1. Uma regra a ser “quebrada”

Algumas pessoas acreditam os aspargos mais finos são os mais saborosos, mas ao contrário do que se imagina quanto mais grosso, mais saborosos eles são, já que estes trouxeram mais nutrientes da terra.

  1. Limpando

O aspargo é formado pelo caule e a cabeça onde estão os brotinhos em formato de V.

Sendo necessário retirar apenas a pele da parte do caule dos aspargos mais grossos, para os mais finos não é preciso realizar este processo.

Para isto, você pode retirar a pele com uma faca ou um aparelho próprio para descascar legumes, o que for mais prático.

Lembre-se: depois de tirar a pele, não lave mais o aspargo, mantenha-o enrolado no pano de prato. Se precisar, pode deixá-lo enrolado no pano de prato por várias horas na geladeira, antes ou depois de retirar a pele.

Agora é a hora de tirar a ponta oposta a cabeça do aspargo (normalmente ela é mais clara).

A técnica mais eficaz é a de quebrá-la com as mãos, pois assim você “testar” se a pele foi bem retirada (se não, pode ser que alguma fibra resista). Por isso que, se o aspargo for fino e você não tiver tirado a pele dele, você pode quebrar a ponta, que é a parte mais grossa e branca do corpo do aspargo, se você preferir cortá-la simplesmente com uma faca, mas eu prefiro sentir com as mãos exatamente onde quebrar. Basta envergar o caule e ele se quebra exatamente no ponto que descartamos neste momento.

Você pode reaproveitar estas pontas descartadas para fazer um creme de aspargos =]

  1. O Sal

O aspargo perfeito só deve ter contato com sal depois de cozido, por isso, nada de sal na panela.

Receita da Rosana:

Em uma frigideira grande, primeiro refogar uma cebola média primeiro com sal e pimenta a gosto na manteiga ou azeite (as vezes uso os dois), depois de dar uma quebrada nela, acrescente uns 2 dentes de alhos picados também.

Com a cebola/ alho refogados, prepare uma “cama” no fundo da frigideira para colocar em cima os aspargos, já limpos, arrumando-os um do lado do outro para que todos tenham contato com esta cama montada.

Nota: este é o motivo que é importante que sua frigideira seja grande =]

Eu, tenho uma tampa grande de vidro e tapo-os para que possa cozinha-los e possa observá-los ao mesmo tempo

Conforme a necessidade, mexo na panela para que a cama não queime e aproveito para virar os aspargos um uma piça de silicone.

É nesta hora também, que jogo uma pitada de sal a gosto e para quem gosta de pimenta como eu, pode adicionar um pouquinho de pimenta calabresa ou pimenta verde em cima dos aspargos.

Depois de uns 10 ou 15 minutinhos (conforme a espessura dos aspargos você pode servir.

O ponto ideal depende do seu gosto, eu prefiro eles ainda durinhos, mas macios.

O aspargo pode ser servido frio em uma salada com lascas de parmesão em cima, como prato complementar de um pelo filet de carne ou peixe, ou mesmo ser o prato principal com dois ovos fritos em cima ou então com camarões como fiz na foto abaixo.. Use sua imaginação, e o que mais agradar ao seu bom gosto!

  aspargos-com-camarao-da-rosana  3-aspargos-perfeitos

Curiosidades:

Você sabe qual é o motivo dos aspargos serem colocados nas feiras ou nos mercados em pé?

É porque ele continua crescendo, mesmo após ser cortado, e se for deixado deitado ele tende a ficar torto na ponta.

2-aspargos

Informações Gerais:

O aspargo é uma flor da família dos lírios. O seu cultivo já abrange todos os continentes, o que permite comermos esta iguaria durante o ano todo.

O aspargo é muito indicado para pessoas que fazem dieta porque é pouco calórico.

Propriedades Nutricionais:

O aspargo é um alimento muito nutritivo e contém vitaminas do Complexo B (ácido fólico), Betacaroteno (provitamina A), além dos minerais Cálcio, Ferro e Fósforo. Também é excelente fonte de glutationa, um antioxidante com forte atividade anticancerígena.

Propriedades Medicinais:

Auxilia na digestão, tem ação diurética e sedativa.

Valor Calórico: 100 gramas aspargo cozido fornecem 18 calorias.